Jornal do Brasil- 1/9/1990- “Anúncio leva torcedor de Pirataria a sofrer à Toa”

A crônica esportiva esteve presente no dia 1º de setembro de 1990, no saudoso e extinto Jornal do Brasil, sobre uma situação ocorrida com o radialista esportivo Garcia Junior que narrou um “GOL” inexistente na partida entre Vasco x Nacional de Medelin da Colêmbia, na Colêmbia, válida pela Libertadores daquele ano…

OBS: Não sei quem “assinou o texto” na matéria.

__________________________________________________________________________

“Na última quarta-feira, o rádio esportivo carioca passou por momentos hilariantes. Informadas que a Rede Manchete iria transmitir a partida Vasco x Nacional de Medelin, pela Copa Libertadores, as rádios Tupi e Globo firmaram acordo e decidiram não mandar ninguém para a Colômbia. Opção mais cômoda  e bem comum entre as emissoras. Os locutores ficariam nos seus respectivos e narrariam o jogo em cima dos lances mostrados pela Manchete.

Ao contrário de outras emissoras, a Rádio Capital preferiu gastar cerca de US$ 5 mil e mandar uma equipe à Colômbia, com o locutor Garcia Júnior e o repórter Carlos Campelo. O que as três concorrentes não esperavam  é que a Manchete optaria  pelo vídeo teipe da partida. A úvica saída encontrada por Tupi e Tamoio  foi adotar uma velha prática: a pirataria, que consiste em transmitir um jogo baseado nas informações de outra rádio. A Globo não adotou tal procedimento e preferiu dar informações periódicas.

Segundo o coordenador de esportes da Capital, Carlos Borges, as emissoras cometeram uma gafe ao adotar tal procedimento. “Como o Higuita demorava muito a cobrar o pênalti, o Garcia Júnior aproveitou para veicular um anúncio do automóvel Gol, da Volkswagen, em que grita “Gooooooolll!!!”. A Tupi e a Tamoio pen saram que tinham sido gol do Higuita e transmitiram o lance. O detalhe é que o Acácio defendeu o chute e as emissoras tiveram que voltar atrás.”

Luiz Penido, chefe de esportes da Tupi, e Waldir Luiz, repórter da Tamoio, negam a versão da equipe da Capital, e garantem que transmitiram o jogo ouvindo rádios colombianas. “É mentira. Não iríamos confiar na transmissão da Capital, que estaria sujeita a interferências. Optamos pela rádio Caracol”, disse Penido. Um funcionário da Tupi, no entanto, confirmou que a emissora pirateou a transmissão da Capital. Waldir Luiz fez côro a Penido. “Não nego que escutamos a Capital, mas nosso trabalho foram feitos em cima das informações da Rádio Nacional da Colômbia. ”  

 

 

 

 

Agradecimentos aos Mateus e ao radialista Eduardo Henrique

Oi, pessoal…

Há tempos não posto aqui. SAUDADES.

Gostaria de agradecer ao radionauta Mateus por ter me cedido alguns áudios históricos como o programa No Mundo da Bola, o programa histórico e o mais antigo da radiofusão brasileira, que é da Rádio Nacional(Khz 1130 AM), em 1949, assim como, mandar um beijo ao meu AMIGO e ex plantonista esportivo Eduardo Henrique, que me deu muitas matérias para abrilhantar esse humilde blog.

Um abraço a todos!!!

Isabela Guedes

A “vakinha” do Rádio Esportivo Carioca

Alô, Galera. Boa Tarde.

O meu blog, o Rádio Esportivo Carioca, https://radioesportivacarioca.wordpress.com, está iniciando uma campanha para financiar o mesmo, para que a qualidade nas matérias, como por exemplo, na compra de revistas, jornais e áudios antigos especializadas, não se perca e sim, aumente para que cada mais pessoas conheça e se instrua através no RESGATE que o RÁDIO ESPORTIVO CARIOCA E BRASILEIRO MERECE TER E SE PERPETUAR…

Clique no link abaixo para fazer a sua contribuição para o meu trabalho que eu faço ao longo de 9 anos.

http://www.vakinha.com.br/vaquinha/radio-esportivo-carioca

Obrigada pela atenção,
Isabela Guedes

Equipe de Esportes da Rádio Nacional é Homenageada Evento na ABI- 7 de Março de 2017

A Acerj- Associação dos Cronistas Esportivos do Estado do Rio de Janeiro, premiou com placas comemorativas, 4 integrantes da Rádio Nacional(KHz 1130 AM)- Carlos Borges, Waldir Luiz, Ricardo Mazella e Rui Fernando- no último dia 7 de março de 2017, na Associação Brasileira de Imprensa, localizada na Rua Araújo Porto Alegre, 71, Rio de Janeiro.

equipedeesportesradionacional2017Fonte: https://www.facebook.com/radionacionalrio/?hc_ref=PAGES_TIMELINE

UM POUCO DE HISTÓRIA DO DEPARTAMENTO DE ESPORTES DA ANTIGA PRE 8:

Desde que foi fundada, em 12 de setembro de 1936, a Rádio Nacional do Rio de Janeiro, a antiga PRE 8, atualmente, nos KHz 1130 AM, dedicou uma melhor atenção ao setor esportivo, tenho um cuidado maior, na inserção da sua grade de programação, os acontecimentos no Brasil e também no exterior. As atividades do departamento esportivo nos anos 1930- 1940, ficava a cargo do cronista e locutor Antônio Cordeiro, que abrangia as seguintes competições:

Campeonato Carioca de Futebol —> Desde 1937, a Rádio Nacional transmitiu com uma certa regularidade(exceto no início dos anos 1990 e no período de 2006 até 2008, já no século XXI, por questões POLÍTICAS) os jogos do Campeonato Carioca de futebol e torneiros preparatórios pelas entidades oficiais(CBF), irradiadas essas que, no período compreendido entre 1944 e 1945 atingiram a média aproximada de uma centena de jogos, anualmente. As partidas realizadas aos sábados, à tarde, eram transmitidas em conjunto com a extinta Rádio Guanabara, cujo serviço informativo valorizava as reportagens , abrangendo todas as partidas realizadas em outros certames, como o Turfe, que era realizado no Jockey Clube Brasileiro. A abrangência na informação era formada por quarenta funcionários, que continham as melhores referências na antiga Capital Federal, o Rio de Janeiro, como no Interior.

Palestra Reportagem Esportiva com Carla Matera- Escola de Rádio

Oi, pessoal.

Hoje, na Escola de Rádio, localizada na Rua Pedro Américo 147, Catete, a radialista da Bandeirantes FM(91,1 FM), palestrará a partir das 19 horas, o tema  “Reportagem Esportiva- A Postura Profissional, Análise Humana e Técnica de um Repórter”.

*Confirmar a presença pelo WhatsApp: 21- 9965:99315

reportagemesportiva-carla-matera

Isabela Guedes

radioesportivocarioca@gmail.com